Diário de Um Dia: Só uma vez...

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Só uma vez...





Vocês já se viram dentro de um buraco que parecia não ter mais fim? Uma sensação intensa e com muito impulso. Aquele medo infinito. 
O tempo passa, você soa, seus pés tremem e de repente, me encontrei num buraco que não parecia ter mais fim. Uma infinidade aparentemente que ia me levar a algum lugar. Esse lugar é apenas o mundo. Um mundo que está prestes a desmoronar. 
Eu costuma falar de vida em todas as publicações. Mas isso torna o conteúdo. 
Ela. 
Quero mostrar o que fica preso dentro de mim e mostrar para o mundo que não precisa esconder nada. Eles viraram seus melhores amigos. Te apoiaram. 
Acho doida essa coisa chamada "fama", que você pode ser chamada como "aquela que é apaixonada pela vida." Mas por quê apaixonada por ela?
É difícil de contar mas, eu sou extremamente apaixonada em viver, e pelas coisas que ela me proporciona. 
E muitas pessoas me perguntam: como você consegue viver de uma maneira tão...simples? 
Agradecendo as pequenas coisas que ela me proporciona. Olhando pra quem precisa e tentando fazer algo que possa ajudá-la. 
Já disse, que só sei falar de VIDA, de sonhos...mas eu quero muito compartilhar as minhas ideias e minhas ajudas com vocês. Ser amiga de cada um. Tanto faz, vê alguém que precisa de algo, que você possa ajudar e vá, corra. Nunca é tarde demais. Tente mudar o mundo do seu jeito.

Amando. 
Sorrindo.
Chorando. 
Dançando. 
Abraçando. 
Correndo
Vivendo.

Ame o próximo também. 

Quando tudo vive, vive porque muda; muda porque passou; e, passou porque morreu. Tudo que viveu se torna outra coisa, algo se nega e você se furta à vida. Então, vamos viver o que mudou? 
Já que, morre uma vez, por que não ajuda pelo menos uma vez? Uma vez é uma vez. Se quer ter uma, que seja uma vez. Mas que pelo menos seja uma. 




                     Sarah. 

3 comentários:

odete godek disse...

Lindo, amei!!!

Anônimo disse...

Que lindo , assim como a escritora! <3

Anônimo disse...

O essencial é realmente isso, não é pouco não é muito é o suficiente o fundamental. Para viver, basta querer viver, a vida é fantastica , independente de tudo, ela fantastica, todos os dias podemos fazer as nossas escolhas,a primeira delas:viver,é claro. Não se tem um manual, um jeito certo de se viver, é algo tao natural e limpo,puro...vem de nós mesmos,vem do amor, vem da convivencia ,do ar, é realmente apaixonante. A vida é uma paixão, uma longas intensa paixão.